Imprimir o textoImprimir o texto

Glossário

A-D  [E-G]  H-J  K-N  O-S  T-Z  

Economia criativa

Imaginação e criatividade são um importante fator econômico para o mercado alemão. Arte, cinema, música, moda, mídia, livros e estilo de vida: com 760 mil empregos e um valor adicionado bruto de 63 bilhões de euros em 2008, este dinâmico setor encontra-se entre a indústria automobilística e a química.


Economia social de mercado

A Lei Fundamental como constituição da República Federal da Alemanha não prevê uma deteminada ordem econômica, porém exclui, uma economia de mercado puramente livre. Desde a criação da República Federal da Alemanha em 1949, a economia social de mercado forma a base da política econômica alemã. Ela é a tentativa de um meio-termo entre uma economia de mercado real e o socialismo. A economia social de mercado foi desenvolvida e implementada por Ludwig Erhard, o primeiro ministro da Economia e, mais tarde, o chanceler federal. A sua concepção fundamental está baseada no princípio da liberdade de uma economia de mercado, complementados com medidas de ajustes sociopolíticas. Por um lado, a livre atuação das forças do mercado deve ser viabilizada. Por outro, o Estado assegura uma rede social para garantir os riscos.


Eleições

Os partidos participam das eleições para o Parlamento Federal a cada quatro anos. O índice de participação nas eleições na Alemanha é tradicionalmente alto e se situa – depois de uma fase de mais de 90% na década de 70 – desde a reunificação, em cerca de 80%. Da décima sétima eleição para o Parlamento Federal alemão, em 27 de setembro de 2009, participaram apenas 70,8% dos eleitores habilitados a votar.


Eleitores

São convocados a participar das eleições para o Parlamento Federal alemão 62 milhões de alemães com 18 anos de idade. A maioria é composta por mais de 32 milhões de mulheres. Nas eleições para o Parlamento Federal de 2009, 3,5 milhões de eleitores votaram pela primeira vez.


Elementos básicos da política externa

A política externa alemã está pautada na continuidade e na confiabilidade e cunhada pela cooperação em parceria e pelo equilíbrio de interesses. As premissas que orientam a política externa alemã podem ser esboçadas nos axiomas “nunca mais” e “nunca isoladamente”. “Nunca mais” simboliza a renegação da política autoritarista e expansionista e o profundo ceticismo ante o poderio militar. “Nunca isoladamente” significa a firme integração na comunidade das democracias ocidentais. Os pilares que orientam a política externa são a integração da Alemanha numa Europa cada vez mais unificada e a consolidação de seus vínculos com a Organi-zação do Tratado do Atlântico Norte. A Alemanha tem um engajamento diversificado nas organizações multilaterais de cooperação para o desenvolvimento.


Emissões de gases de efeito estufa

Cerca de dois terços dos gases de efeito estufa resultantes da atividade humana (antropogênicos) provêm da emissão de dióxido de carbono (CO2). Este gás é gerado pela queima dos combustíveis fósseis, gás natural, petróleo e carvão. Todos eles contêm carbono (C), que se une ao oxigênio (O2) para formar o CO2. Segundo estudos da Agência Internacional de Energia (IEA), mais de 33,5 bilhões de toneladas de CO2 resultantes do uso de combustíveis fósseis são lançados na atmosfera anualmente. Além do dióxido de carbono, fazem parte dos gases poluentes regulamentados no Protocolo de Kyoto, o protóxido de nitrogênio, o gás metano, os hidrofluorocarbonetos, os perfluorocarbonetos e o hexafluoreto de enxofre.


Emissoras incorporadas ao direito público e privadas

Na Alemanha, há duas formas diversas de organização e financiamento do rádio e da televisão. As emissoras privadas vivem exclusivamente de recursos arrecadados com a publicidade. As emissoras de direito público, financiadas através de taxas e publicidade, são obrigadas a cumprir, uma missão juridicamente estabelecida. Há nove emissoras incorporadas ao direito público, estabelecidas em diferentes Estados e reunidas no Grupo de Trabalho das Emissoras Incorporadas ao Direito Público da Alemanha (ARD). Elas são responsáveis pela Erstes Deutsches Fernsehen (primeira rede de televisão alemã), mas emitem também programas próprios de rádio e tevê. As outras são a ZDF, que não transmite programas regionais e nem de rádio e a Deutschlandradio.


Encontro de Teatro de Berlim

O Encontro de Teatro de Berlim, um evento no âmbito do Festival de Teatro de Berlim, é o festival mais significativo deste gênero na Alemanha. Desde 1964, são apresentadas anualmente em maio as dez peças mais importantes da temporada, dentro de um universo de quatrocentas performances, escolhidas por corpo de jurados. O Encontro serve ainda de plataforma para novos autores apresentarem seu trabalho numa espécie de mercado de peças teatrais.


Engajamento social

O engajamento dos jovens na Alemanha é felizmente muito grande: 36 por cento dos jovens entre 14 e 24 anos engajam-se em atividades filantrópicas, especialmente nas áreas de esporte, lazer e social na escola, instituições culturais ou na igreja e na defesa civil. A participação dos jovens é em certas áreas, por exemplo no esporte, tão grande, que seria impossível dispensá-la. A metade dos jovens é membro de uma associação, um quarto, de grandes organizações sociais, especialmente religiosas.


Estado social

O princípio do Estado social está fixado no artigo 20 da Lei Fundamental e não pode ser anulado nem através de emenda constitucional. A Lei Fundamental obriga assim o Estado a garantir tanto a proteção da esfera privada como as condições existenciais mínimas de seus cidadãos. Nesse contexto, cada indivíduo é responsável por sua seguridade social.


Estilo de vida dos idosos

Os idosos não ficam somente mais velhos, mas são também mais sadios, estão mais em forma e são mais ativos do que as gerações anteriores. Sua situação financeira é muito boa: os sexagenários detêm um terço do poder de compra total. O estilo de vida das pessoas cima de 50 anos passou por uma grande transformação: quase uma entre duas delas cuida da forma física, da saúde e do bem-estar. As atividades físicas e o esporte se tornam por isso cada vez mais importantes: uma em cada três pessoas acima de 60 anos pratica esporte quase diariamente. Também o medo da internet acabou. Se antes as pessoas entre 66 e 70 anos ainda eram a minoria na internet, hoje elas lideram o grupo dos internautas acima de 45, segundo um estudo da Universidade de Osnabrück.


Euro

O euro é a moeda corrente da União Econômica e Monetária e, depois do dólar, o segundo maior representante do sistema monetário mundial. Responsáveis pela moeda única são o Banco Central Europeu (BCE), em Frankfurt, juntamente com os bancos centrais dos países membros. O euro é a moeda oficial de 16 dos 27 países da UE. Ele passou a circular na Zona Euro, inclusive na Alemanha, em 1o de janeiro de 2002 como papel moeda, depois de ser oficialmente a moeda comum para as transações comerciais desde o início de 1999.


Expectativa de vida

Enquanto a expectativa média de vida, no início do século XX, era de 46 anos, um menino nascido hoje na Alemanha pode atingir 77 anos e uma menina até mesmo 82 anos.


Exportação

A competitividade das empresas alemãs está comprovada com o visível aumento, desde 1991, da cota de exportação dos mais importantes produtos dessa pauta. Apesar da crise econômica, a cota de exportação do setor de construção de máquinas foi de 75 por cento, em 2008, enquanto em 1991 fora de apenas 52 por cento. Na indústria química e farmacêutica, ela passou de 50 para 79 por cento; na indústria automobilística, de 43 para 74 por cento e na eletroindústria, de 31 para 46 por cento. Em seu total, a cota de exportação situou-se em torno de 40 por cento, incluindo a exportação de serviços, até de 47 por cento. A participação da Alemanha no comércio mundial global foi de nove por cento.


Famílias monoparentais

Em mais de 1,6 milhão de famílias, nas quais somente um dois pais vive com os filhos, em mais de 90 por cento dos casos o chefe de família é a mãe. Muitas delas não exercem uma profissão ou trabalham apenas um turno. Para facilitar também a este grupo o exercício da profissão, deve ser ampliada a oferta das escolas de tempo integral e das creches para crianças com menos de três anos.


Federalismo

A República Federal da Alemanha é formada por 16 Estados Federados. O poder público está distribuído entre a totalidade do Estado, a Federação e os Estados Federados, que usufruem de poder público próprio, embora limitado.


Feira Internacional do Livro de Frankfurt

A Feira Internacional do Livro de Frankfurt realiza-se, desde 1949, anualmente em outubro e é o acontecimento mais destacado do ramo no panorama internacional. O ponto alto da Feira do Livro é a entrega do Prêmio de Paz do Comércio Livreiro Alemão. Foram agraciados até agora, entre outros, Václav Havel, Jorge Semprún e Susan Sontag. Desde 2005, durante a Feira, o melhor romance de língua alemã é agraciado com o Prêmio Alemão do Livro.


Festivais

Ao lado dos festivais de música clássica, a música contemporânea na Alemanha se apresenta em mais de cem festivais especiais, séries de concertos e produções de estúdio das óperas. As Jornadas Musicais de Donau­eschingen são consideradas mundialmente o mais importante festival de composições musicais da atualidade. A Bienal de Munique apresenta as mais novas tendências do teatro musical e o Instituto Internacional de Música de Darmstadt o fórum para discussões acerca das mais novas tendências musicais, em seus famosos “cursos nas férias”.


Formas de vida

As formas de convivência na Alemanha são diversificadas. No entanto, a maioria das pessoas – mais de 66 milhões – vive em domicílio com vários moradores. Dezesseis milhões vivem sozinhas. Mais de 41 milhões são famílias nucleares, com 20 milhões de crianças. Mais de 23 milhões de casais conjugais, ou seja, sem filhos, sendo que a maioria é constituída por 46 mil homens e 23 mil mulheres que vivem com parceiros do mesmo sexo.  Na Alemanha, há calculadamente 160 mil parcerias homossexuais.


Fundação Alexander von Humboldt

Fundada em 1860, a Fundação Alexander von Humboldt (AvH) fomenta atualmente cooperações científicas entre pesquisadores estrangeiros e alemães excelentes. Ela possibilita anualmente a mais de 1.900 pesquisadores internacionais uma estada para pesquisa na Alemanha e mantém uma rede mundial de 23 mil “humboldtianos” de todas as áreas em 130 países, dentre eles 43 premiados com o Nobel.


Fundação Federal de Cultura

A Fundação Federal de Cultura foi criada em 2002 e é uma instituição que atua a nível nacional e internacional, e que se dedica, em primeira linha, aos desafios da arte e da cultura no século XXI, através do fomento a projetos. Sua sede é em Halle do Saale.


German Water Partnership

Empresas e organizações de gestão e pesquisa alemãs de recursos hídricos foram reunidas sob esta legenda. A German Water Partnership deve tornar-se a central para interlocução com o exterior e para o fomento da cooperação de empresas alemãs entre si e com instituições de pesquisa e ministérios públicos. www.germanwater.de


Gestão dos recursos hídricos

O padrão das exigências em relação à eficiência, garantia, qualidade e sustentabilidade do abastecimento e esgotamento das águas na Alemanha é muito alto. No âmbito europeu, a Alemanha é com larga margem o país com o menor índice de perda no transporte da água até os consumidores. E ocupa também, a nível europeu, um lugar de destaque na eliminação do esgoto, com 96 por cento do esgoto interligado a uma rede com 515 mil quilômetros de extensão.


Governo federal

O chanceler federal e os ministros compõem o governo federal ou gabinete. O chanceler baseia-se na prerrogativa de estabelecer as diretrizes da política do governo. Paralelamente, os ministros dirigem, no âmbito dessas diretrizes, a respectiva área de trabalho de maneira autônoma e sob responsabilidade própria, observando o princípio de coleguismo, segundo o qual o governo federal decide as questões sem consenso de acordo com o princípio da maioria qualificada. O chanceler é o chefe do governo.


Graus conferidos importantes

  • Bachelor
  • Master
  • Diploma
  • Magister
  • Exame sob a supervisão do Estado
  • Doutorado


Gregor Schöllgen

O historiador leciona História Moderna e Contemporânea na Universidade Erlangen-Nürnberg e foi professor convidado em Oxford, Nova York e na London School of Economics.


A-D  [E-G]  H-J  K-N  O-S  T-Z