contexto

Comunidade Helmholtz

Com 18 instituições de pesquisa, um orçamento anual de 4,5 bilhões de euros e mais de 39 mil colaboradores, a Comunidade Helm­holtz é a maior organização científica da Alemanha. Suas atividades abrangem as áreas da Energia, Terra e Meio Ambiente, Saúde, Navegação Aeroespacial, Trânsito, Ciência de Materiais, bem como Tecnologia de ponta.

helmholtz.de

DAAD

O Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD) é uma instituição conjunta das universidades alemães. O DAAD tem como tarefa fomentar as relações entre as universidades alemãs e o exterior, sobretudo através do intercâmbio de estudantes e pesquisadores. Seus programas estão abertos a todos os países e a todas as disciplinas, favorecendo tanto alemães quanto estrangeiros. O DAAD mantém uma rede internacional de escritórios, docentes e associações de ex-bolsistas e presta serviços de consultoria in loco.

daad.de

Fundação Alexander von Humboldt

Fundada em 1860, a Fundação Alexander von Humboldt (AvH) fomenta atualmente cooperações científicas entre pesquisadores estrangeiros e alemães excelentes. Ela possibilita anualmente a mais de 2.000 pesquisadores internacionais uma estada para pesquisa na Alemanha e mantém uma rede mundial de 28 mil “humboldtianos” de todas as áreas em mais de 140 países, entre eles 55 portadores do Prêmio Nobel.

humboldt-foundation.de

Sistema dual

Algo especial internacionalmente é o sistema dual de formação profissionalizante. Cerca da metade dos jovens, após concluir a escola, aprende um dos cerca de 330 ofícios reconhecidos pelo Estado através desse sistema. Esta iniciação difere da formação profissionalizante puramente escolar comum em muitos países. A parte prática é absorvida em três ou quatro dias na empresa e as aulas teóricas específicas do curso são ministradas em um ou dois dias em escolas profissionalizantes. O curso pode durar de dois a três anos e meio. A oferta de vagas das empresas é complementada por cursos fora da empresa e oportunidades de qualificação adicionais. A formação é financiada pelas empresas, que pagam uma remuneração aos aprendizes, e pelo Estado, responsável pelos custos da escola profissionalizante. Cerca de 500 mil jovens assinam anualmente na Alemanha um novo contrato de formação profissional no âmbito do sistema dual. Graças a este sistema, a porcentagem de jovens desempregados ou sem vaga num curso profissionalizante é baixa na Alemanha. A união de teoria e prática garante a alta qualificação dos artesãos e operários especializados. Esta formação é também o portão de entrada para uma carreira, indo do aperfeiçoamento profissional até a obtenção do certificado de mestre de ofício. Entrementes, é também possível um caminho de qualificação que, através de cursos de especialização, leva à conclusão de um curso de master numa escola superior.

É grande o interesse internacional pelo sistema alemão de formação profissional. A cooperação com institutos parceiros é um ponto prioritário na cooperação internacional de formação profissional do Instituto Federal de Formação Profissional (BIBB).

bibb.de

Sociedade Alemã de Pesquisa

A DFG é a entidade central de autogestão da ciência e o mais importante órgão financiador da pesquisa. Ela fomenta projetos de pesquisa, sendo que a maior parte dos recursos é destinada às universidades. Fomenta ainda a cooperação entre pesquisadores e presta consultoria a parlamentos e repartições públicas.

→ dfg.de

Sociedade Fraunhofer

A Sociedade Fraunhofer desenvolve a pesquisa aplicada sob encomenda dos setores público, industrial ou de prestação de serviços. Mais de 25 mil funcionários produzem o volume anual de pesquisa de 2,3 bilhões de euros. A Sociedade Fraunhofer opera na Alemanha 72 institutos e instalações de pesquisa e possui representações na Europa, na América do Norte e do Sul e na Ásia.

fraunhofer.de

Sociedade Leibniz

Gottfried Wilhelm Leibniz (1646-1716) foi um dos últimos pensadores universais. Dentro desse espírito, o leque de oferta das 93 institutos de pesquisa é abrangente: inclui desde as Ciências Humanas e Econômicas até a Matemática. No centro encontra-se a pesquisa de base aplicada. Cerca de 19.100 mil funcionários trabalham nos institutos da Sociedade Leibniz e dispões de um orçamento anual de mais de 1,9 bilhão de euros.

leibniz-gemeinschaft.de

Sociedade Max Planck

A Sociedade Max Planck (MPG) foi fundada em 26 de fevereiro de 1948, como sucessora da Sociedade Imperador Guilherme para o Fomento das Ciências, existente desde 1911. Os 81 institutos Max Planck se dedicam à pesquisa de base nas áreas das Ciências Naturais, Biológicas, Humanas e Sociais. A MPG fundou, juntamente com universidades parceiras as IMPRS – International Max Planck Re­search Schools, de caráter internacional. Na Sociedade Max Planck trabalham cerca de 23 mil funcionários, sendo que mais de 60 por cento deles trabalham no setor científico.

mpg.de

Universidades técnicas

As universidades com uma forte orientação técnica são denominadas de universidades técnicas (TU) ou escolas técnicas superiores (TH). Ao contrário das escolas superiores de ciências aplicadas (FH), voltadas para a aplicação prática de suas pesquisas, elas dedicam-se mais à pesquisa de base. As nove principais TUs reuniram-se para formar a chamada Iniciativa TU9. Estas universidades têm como um dos objetivos mais importantes a internacionalidade e coordenam a sua numerosa oferta de cursos no exterior.

tu9.de