contexto

Agências de notícias

A maior agência alemã de notícias é a Deutsche Presse-Agentur (dpa). Ela faz parte das mais importantes agências de notícias do mundo, junto com a AFP, a Reuters e a AP.

Bauhaus

A escola Bauhaus (1919–1933) é considerada a mais famosa escola de arte, design e arquitetura do modernismo clássico. Fundada por Walter Gropius, tinha sua sede em Weimar, transferida mais tarde para Dessau. Os artistas e arquitetos da Bauhaus criaram uma linguagem nova, clara e atual da forma, cujo efeito se faz sentir até hoje. Ludwig Mies van der Rohe, Lyonel Feininger, Oskar Schlemmer e Sophie Taeuber-Arp encontram-se entre os representantes mais famosos da Bauhaus.

Emissoras incorporadas ao direito público e privadas

Na Alemanha, há duas formas diversas de organização e financiamento do rádio e da televisão. As emissoras privadas vivem exclusivamente de recursos arrecadados com a publicidade. As emissoras de direito público, financiadas através de taxas e publicidade, são obrigadas a cumprir, uma missão juridicamente estabelecida. Há nove emissoras incorporadas ao direito público, estabelecidas em diferentes Estados e reunidas no Grupo de Trabalho das Emissoras Incorporadas ao Direito Público da Alemanha (ARD). Elas são responsáveis pela Erstes Deutsches Fernsehen (primeira rede de televisão alemã), mas emitem também programas próprios de rádio e tevê. As outras são a ZDF, que não transmite programas regionais e nem de rádio e a Deutschlandradio.

Encontro de Teatro de Berlim

O Encontro de Teatro de Berlim, um evento no âmbito do Festival de Teatro de Berlim, é o festival mais significativo deste gênero na Alemanha. Desde 1964, são apresentadas anualmente em maio as dez peças mais importantes da temporada, dentro de um universo de quatrocentas performances, escolhidas por corpo de jurados. O Encontro serve ainda de plataforma para novos autores apresentarem seu trabalho numa espécie de mercado de peças teatrais.

berlinerfestspiele.de/theatertreffen

Feira Internacional do Livro de Frankfurt

A Feira Internacional do Livro de Frankfurt realiza-se, desde 1949, anualmente em outubro e é o acontecimento mais destacado do ramo no panorama internacional. O ponto alto da Feira do Livro é a entrega do Prêmio de Paz do Comércio Livreiro Alemão. Foram agraciados até agora, entre outros, Václav Havel, Jorge Semprún e Susan Sontag. Desde 2005, durante a Feira, o melhor romance de língua alemã é agraciado com o Prêmio Alemão do Livro.

→ buchmesse.de

Fundação Federal de Cultura

A Fundação Federal de Cultura foi criada em 2002 e é uma instituição que atua a nível nacional e internacional, e que se dedica, em primeira linha, aos desafios da arte e da cultura no século XXI, através do fomento a projetos. Sua sede é em Halle do Saale.

Liberdade de imprensa e de opinião

Faz parte também da liberdade de comunicação na Alemanha o compromisso das instituições de fornecer informações aos jornalistas. O direito de imprensa é regulamentado pelas leis de imprensa dos Estados. Delas fazem parte a obrigação de publicar o expediente, o dever do zelo e o direito do jornalista de recusar o testemunho. O órgão de autocontrole dos editores e jornalistas é o Conselho Alemão da Imprensa, que se ocupa das infrações ao dever de zelo e à ética jornalística.

Mercado editorial

A cultura do livro e da leitura continua tendo um grande valor na Alemanha. O mercado editorial alemão faturou, em 2014, um total aproximado de 9,32 bilhões de euros. O faturamento na internet em 2014 foi equivalente a 16,2 por cento do volume total. Existem mais de 6.400 livrarias e 8.100 bibliotecas públicas. Os maiores centros editoriais alemães são Munique, Berlim, Frankfurt am Main, Stuttgart, Colônia e Hamburgo.

boersenverein.de

Ministro de Estado para Questões Culturais e Mídia

Como a cultura na Alemanha está a cargo dos Estados, não existe um Ministério da Cultura a nível federal. As atividades político-culturais da federação são coordenadas pelo Ministro de Estado para Questões Culturais.

Orquestras culturais

À frente das 130 orquestras profissionais alemãs encontram-se a Filarmônica de Berlim, a Staatskapelle Berlin, a Orquestra Gewandhaus, a Sinfônica de Bamberg, e a Filarmômica de Munique.

Panorama teatral

Os 140 teatros públicos, bem como 220 privados fazem da Alemanha um país do espetáculo. O Thalia Theater em Hamburgo, o Berliner Ensemble e o Münchner Kammer­spiele encontram-se entre os mais conhecidos.

buehnenverein.de

Soberania cultural dos Estados

A cultura na Alemanha é o cerne da soberania dos 16 Estados. A Constituição prevê somente competências reguladoras mínimas para a Federação, motivo pelo qual a maioria das instituições culturais é mantida pelos Estados e municípios. Essa autonomia cultural dos Estados fez com que surgissem centros culturais em toda parte. Mesmo nas pequenas cidades, há uma oferta cultural de nível inter­nacional.