Skip to main content
Europa

A amizade franco-alemã como motor da unificação europeia

A Alemanha e a França estão ligadas por uma história comum, cheia de atribulações. Como parceiras, elas assumem uma responsabilidade especial pelo futuro da Europa.
Macron, Merkel
Emmanuel Macron, Angela Merkel © dpa

A França é a mais importante parceira da Alemanha na Europa. Paralelamente à integração europeia, a França e a Alemanha construíram após a Segunda Guerra Mundial uma estreita cooperação, que é vista frequentemente hoje como modelo de reconciliação de dois povos. Em 1957, ambos os países estavam entre os seis que fundaram a Comunidade Econômica Europeia (CEE), que deu origem à atual União Europeia (UE). A amizade franco-alemã, selada com o Tratado do Eliseu em 1963, é sustentada por estreitas relações entre as sociedades civis e inúmeras instituições bilaterais.

Assinado em janeiro de 2019, o “Tratado de Aachen” dá continuidade ao Tratado do Eliseu e reorienta as relações franco-alemãs para os desafios futuros. Nele, a Alemanha e a França acertaram, entre outras coisas, um intenso trabalho conjunto no desenvolvimento da União Europeia juntamente com os demais países membros da UE, além de uma promoção ainda mais abrangente das experiências comuns vividas por alemães e franceses. Desde 2019 existe uma comissão franco-alemã para a cooperação transfronteira e desde 2020, um fundo franco-alemão dos cidadãos.

Além disso, os parceiros pretendem ampliar a sua cooperação nas políticas externa, de defesa, de segurança e de desenvolvimento. E também a cooperação no setor de educação e pesquisa – por exemplo, através do reconhecimento mútuo dos diplomas. Além do mais, temas globais como a proteção do clima e a saúde estão sendo enfocados mais intensamente na cooperação dos dois países.

Cooperação dos parlamentos

Os parlamentos dos dois países também estão ligados por estreita parceria. Desde 2019, a Assembleia Parlamentar Alemão-Francesa se reúne duas vezes por ano. Dela fazem parte 50 integrantes do Parlamento Federal Alemão e da Assembleia Nacional Francesa, respectivamente. Das tarefas do grêmio fazem parte o acompanhamento da implementação do Tratado de Aachen, o fomento da aproximação nos trabalhos parlamentares alemão e francês, bem como a eliminação de barreiras para um espaço econômico franco-alemão.

A Alemanha e a França são reciprocamente os mais importantes parceiros comerciais na Europa. O conglomerado aeroespacial Airbus simboliza o êxito da estreita cooperação franco-alemã. 

Intercâmbio cultural

O intercâmbio da sociedade civil entre os dois países é marcado, entre outras, pela Obra Juvenil Alemão-Francesa (sigla alemã: DFJW). Ela foi criada em 1963, em seguida ao Tratado do Eliseu. Desde então, mais de nove milhões de crianças e jovens dos dois países participaram dos programas de intercâmbio e de outras promoções da DFJW. Também uma densa rede de parcerias entre cidades incentiva os encontros de pessoas dos dois países.

Também os institutos culturais alemão e francês no exterior cooperam estreitamente, chegando até mesmo a uma integração de alguns institutos culturais sob um mesmo teto. A emissora conjunta de televisão “arte” é, desde 1991, um excelente exemplo da cooperação dos dois países no setor de mídia.